Os NFTs estão fazendo sucesso porque alguns desses itens digitais exclusivos estão sendo vendidos por vários milhões! voce sabe o que eles são? Saiba tudo sobre eles aqui!

capa nfts
NFTS

NFTs, o guia completo

Você se lembra da sensação legal de colecionar e trocar cartas em sua infância? O mundo dos NFTs aproveitou essa experiência única e criou um nicho no blockchain. Um nicho que está virando moda, com negócios milionários que fazem muitas pessoas sonharem.

Muitas perguntas surgem sobre NFTs. Primeiro, o que são? Para que servem? Como ele tomou o mundo da internet pela tempestade? Devo participar? Tudo isso será respondido em nosso guia completo de NFTs.

O que é um NFT?

VIDEOS significa “Token Não Fungível”. Eles também são conhecidos como cripto-colecionáveis.

Cada um desses NFTs é um ativo digital criado no blockchain. Pode ser uma imagem, um áudio, um vídeo, etc. Eles são “não fungíveis”, portanto não podem ser gastos, consumidos, fundidos, substituíveis ou divisíveis. São, portanto, itens únicos e exclusivos.

nf o que pode ser
nf o que pode ser

Assim como as criptomoedas, você pode comprar ou vender NFTs em vários mercados sem a existência de uma entidade central controlando ou monitorando essas transações. As compras ou vendas geralmente são feitas em criptomoedas.

Essa tecnologia pode ser usada em muitos campos, como videogames e itens colecionáveis, mas é na arte digital que está fazendo grandes manchetes.

As NFTs já existem há alguns anos, mas foi nos últimos meses que vimos um interesse explosivo, com algumas empresas atingindo milhares em vendas. Continue lendo, pois falaremos sobre mais alguns abaixo. A capitalização de mercado global das transações envolvendo NFTs aumentou de US$ 40 milhões para US$ 338 milhões até 2020.

Capitalização de mercado Statista
A capitalização de mercado
créditos: Estadista

Entenda algumas das características que os NFTs possuem que permitem que eles tenham valor:

  • Único
  • Raros
  • Indivisível
  • Verificável
  • indestrutível
  • Transferível

Para entender o potencial de nível de investimento que as NFTs têm, você precisa se libertar dos 'laços' de um tipo mais tradicional de economia. Como isso retrata itens digitais, e estamos falando de uma economia digital, você pode pensar que é um negócio de criança, mas a realidade é que isso é uma coisa muito séria para muitos artistas por aí, ou para quem quer fazer investimentos.

E para facilitar, vamos tentar fazer uma comparação com a realidade.

No “mundo real”, se você está produzindo ou comercializando arte, um certificado de autenticidade é essencial. Este certificado inclui, entre outros, o nome do artista, o título, as dimensões, o ano de conclusão, etc. e destina-se a garantir a legitimidade da obra.

No caso das NFTs, isso é feito diretamente no blockchain, com criptografia e descentralização impossibilitando a adulteração ou falsificação da garantia de procedência de uma NFT.

blockchain nft
blockchain nft

Assim como nas criptomoedas, a autenticidade das NFTs vem do número de mineradores que fazem a verificação e mantêm o sistema honesto e transparente.

Toda a lista de características e a comprovação de propriedade são confirmadas por meio de um contrato inteligente. Um contrato inteligente é simplesmente um script de código que contém memória interna. Quando um desses scripts é executado, uma transação é armazenada. É uma coisa simples, mas os contratos inteligentes e a blockchain em que são executados são duas premissas absolutamente essenciais para a existência de NFTs.

Chamo atenção para um detalhe que muitas pessoas confundem quando pensam que o próprio NFT está armazenado no blockchain, quando na verdade o que está registrado e armazenado de forma imutável no blockchain é a transação. Essa transação indica a existência do objeto, sua propriedade e características, mas não o objeto em si.

NFTs vs. Criptomoedas

Vamos fazer uma pequena comparação entre um VIDEOS e uma criptomoeda, Bitcoin, por exemplo.

Embora ambos sejam executados no blockchain, o Bitcoin é um item castable, pois você pode dividi-lo em unidades, onde cada uma tem o mesmo valor. Você sabe disso porque cada Bitcoin que existe no mercado tem o mesmo valor que outro Bitcoin.

Mas um NFT que é uma imagem de um gato, por exemplo, é um token, um “objeto digital” único e irrepetível. Não é possível dividir essa imagem.

O que pode ser um NFT?

NFTs podem ter várias formas, podem ser imagens, gifs, áudios, cartões de jogo, terreno digital, etc. e itens de alto valor.

E devo acrescentar que muitos famosos já entraram nessa mania e produziram seus NFTs: Diplo, Péle, Tony Hawk, Deadmau5, Lebron James, Grimes, Flume, Snoop Dogg, Lionel Richie, Lindsay Lohan e William Shatner, entre muitos outros .

Registros de alguns NFTs:

A “moda” para NFTs explodiu recentemente após alguns acordos recordes.

O meme gif clássico Nyan Cat foi vendido por US$ 580,000.

Outro meme que tem vários anos e também quebrou a marca de US $ 500,000 foi o “Disaster Girl”.

Menina desastre
Menina desastre

Jack Dorsey, o CEO do Twitter, também decidiu entrar neste mundo e o fez pela grande porta quando vendeu seu primeiro tweet, postado em março de 2006. Para muitos apenas mais um post entre milhões, para outros uma peça imortalizada e irrepetível da história, a verdade é que esse NFT rendeu quase US$ 3 milhões.

Uma obra digital inspirada no código Bitcoin foi vendida por US$ 130,000.

Sem dúvida, um dos negócios que mais gerou conversa foi uma colagem de um autor chamado Beeple. A obra, “Everydays – The First 5000 Days” foi a leilão na conceituada Christies e foi vendida por incríveis US$ 69 milhões, sim, você leu certo, US$ 69 milhões.

Este artista, que até agora era quase desconhecido no mundo da arte, com esta venda, saltou imediatamente para o top 3 dos artistas vivos mais valiosos do mundo. Você pode ver o trabalho em todo o seu esplendor aqui.

Beeple
Trabalho de Beeple
Crédito: Beeple

Como funcionam os NFTs?

A criação e emissão de NFts acontece no blockchain. Esta atividade é chamada de 'cunhagem'. O formato mais importante hoje é o ERC-721, um padrão que roda na rede blockchain Ethereum.

Mas existem muitos outros e eles podem ser muito mais baratos para criar sua arte. Sejamos honestos, ter que criar sua arte pode ser bastante caro, mas chegaremos a isso em um momento.

É importante saber que existem vários outros blockchains que podem ter melhores condições para você criar e vender sua arte, entre eles:

  • Binance Smart Chain
  • Tron
  • Fluxo
  • EOS
  • CERA

Em termos de mercados para comprar e vender, existem muitos como OpenSea, SuperRare, Foundation ou Rarible. É nesses marketplaces que você vai comprar e vender os NFTs, nem todos aceitam todos os tipos de NFTs pois estão vinculados a um tipo padrão.

marketplace
marketplace

Binance A própria, considerada uma das maiores plataformas da atualidade, também planeja fazer sua entrada no mundo dos NFTs, por meio de um marketplace dedicado a NFTs. Ele será lançado em junho de 2021 e promete reunir artistas, criadores de conteúdo e entusiastas do mundo das criptomoedas. Uma das 'promessas' são as comissões baixas, este que é um dos maiores pontos de crítica. 

Passos para criar e colocar sua NFT à venda, através da rede blockchain Ethereum:

1 – Criando uma carteira, ou carteira digital, para seus fundos. Este passo é o primeiro, porque sem uma carteira você não pode ter seus fundos. Existem várias boas soluções, podemos sugerir Binance. É claramente uma das empresas com o nome mais sólido do mercado, cheio de funcionalidades e segurança do mercado.

A escolha de sua carteira deve considerar um acesso aos mercados de compra e venda de NFTs. No caso de Binance, você terá a vantagem de um acesso perfeito ao mercado que mencionamos no ponto anterior.

2 – Compre Ethereum, caso não tenha. Mais especificamente Ether, que é a moeda que 'alimenta' a plataforma Ethereum. Ou se preferir, troque outra criptomoeda que você tenha. Você também pode optar por não comprar e continuar de qualquer maneira, mas não poderá vender sua NFT. A velha máxima de “você tem que gastar dinheiro para ganhar dinheiro” está muito presente aqui.

3 – Assim que tiver o Ethereum disponível, pegue ou crie sua arte. Como você já sabe, pode ser áudio, vídeo, realidade virtual, imagens estáticas, imagens em loop (gif), imagens em câmera lenta, etc. Dentro do marketplace que você escolher, você importará seu arquivo. Neste exemplo falaremos sobre o marketplace OpenSea, mas você escolhe o que preferir. Clique em “criar” e você precisa fazer login e associar seu portfólio. Você verá que sua coleção está vazia. Vamos adicionar alguns itens.

Mar aberto
Mar aberto

4 – Ao criar sua primeira coleção, primeiro você escolhe um logotipo e um nome para a coleção. Observe que ainda não é hora de enviar sua arte NFT. É apenas o nome da coleção onde seu(s) item(ns) NFT estarão. Após a criação da coleção, você pode fazer upload de sua arte. Dê um nome, uma descrição, você pode anexar um link – para o seu Twitter, por exemplo – e clicar em criar. Lá seu NFT é carregado e há um hash que o identifica como seu.

O NFT pode ser compartilhado e é visível para todos verem, você até o verá dentro de sua carteira. No entanto, ainda não está sendo vendido. Para colocá-lo à venda, você precisa clicar em vender.

5 – Ao pressionar vender, você definirá o preço. Você pode optar por fazer um pacote, ou criar um leilão, ou fazer uma única venda com um preço definido. O preço será definido em ETH (Ethereum). Em seguida vêm as comissões. E é aí que fica caro...

O mercado OpenSea não cobrará nenhuma comissão pela colocação de um item à venda, mas cobrará 2.5% do preço total de uma venda realizada. Mas não paramos por aí. Quando você clicar no botão postar seu anúncio, o OpenSea indicará que você precisa inicializar sua conta fazendo uma transação inicial. Ao fazer isso, você precisa autorizar na sua carteira e a taxa do minerador, que é a mesma da taxa do gás, aparecerá.

Relatórios recentes mostram que é muito fácil essa taxa chegar a US$ 200, o que fica muito complicado para quem está apenas tentando criar arte para vender. Sem saber se você vai vender alguma peça, você já está incorrendo em altos custos.  

A taxa de gás é um custo, usado para pagar as transações que ocorrem na rede blockchain Ethereum. O preço é dinâmico, varia muito dependendo do que precisa ser processado e do congestionamento da rede.

Se você quiser continuar, verá seu item listado para venda. Feito! Você agora é um artista NFT e boa sorte com suas vendas.

Mas se você não quiser usar o blockchain Ethereum para seus NFTs, você pode escolher outros que podem ser consideravelmente mais baratos. Escolhemos o guia passo a passo na rede Ethereum simplesmente porque tem a maior comunidade.

Dica, tente fazer o mesmo passo a passo, mas opte pelo blockchain WAX, via carteira WAX, você terá uma agradável surpresa em custos e comissões.

Por que vou pagar tanto por algo que posso assistir online de graça?

Claro, essa pergunta pode fazer sentido. Mas isso mostra que talvez você ainda esteja “preso” na ideia de que tudo isso é uma piada sem sentido. Como uma coisa dessas pode ter valor, certo? A resposta é simples, como tantas outras coisas nesta vida, o valor não está no objeto em si, mas é atribuído pelas pessoas que o consideram valioso. Os valores desses itens digitais dependem de quanto as pessoas querem dar por eles e se são raros ou não.

E isso acontece tanto com colecionáveis ​​digitais quanto com itens reais e tangíveis, como o cardigã desgastado e sujo de Kurt Cobain, do Nirvana, que foi vendido por mais de US$ 300,000 em 2019.

kurt
Cardigan de Kurt Cobain

Ou o coelho de aço criado em 1986 por Jeff Koons que é a obra de arte mais cara da história, criada por um autor ainda vivo, foi vendido por mais de 90 milhões de dólares.

Ou a rara revista em quadrinhos do Superman que foi lançada em 1938 e vendida por mais de US$ 3 milhões.

O NFT permite, como nos exemplos citados acima, o comprador possuir a única unidade existente (o restante são cópias sem valor comercial), com uma autenticação inalterável que serve como prova de propriedade. E isso também dá ao titular o 'direito' de se gabar e se gabar para o mundo inteiro de que ele é seu único proprietário. E para muitos, isso tem um sabor único e eles ficam felizes em pagar essas quantias por esse direito. 

Projetos famosos usando NFTs e uma economia digital:

- CryptoKitties

Um dos primeiros projetos com Tokens Não Fungíveis. Jogo construído na blockchain Ethereum que permite aos jogadores coletar, criar e negociar gatos virtuais.

Tornou-se especialmente famoso em fevereiro de 2020 depois de ser a principal causa de um congestionamento de rede. Esses gatos digitais continuam a fazer vários milhões em circulação e algumas das unidades mais raras foram vendidas por algumas centenas de milhares de dólares.

criptokitties
criptokitties

– Descentralização  

Este mundo é ideal para quem quer um pedaço de terra descentralizado e dentro da Realidade Virtual. Aqui você compra e vende pedaços de terrenos virtuais e outros NFTs. Se você possui um terreno, pode construir o que quiser. E naturalmente muitos compram com a intenção de revender para um bom lucro depois. E esta é a direção, com o valor médio pago por cada lote mais do que quadruplicando em apenas 1 ano. Um dos recordes de vendas até hoje foi um lote que foi vendido por US$ 1.5 milhão.

- Mundos alienígenas

– Outro mundo virtual que explora uma economia digital, em torno de um videogame onde você minera um token chamado TLM. Dentro Mundos Estrangeiros tudo acaba sendo um NFT, sejam as ferramentas para minerar, seus personagens, o local onde você minera, etc. Certos cartões NFTs que estão no mercado já têm um preço pedido de mais de $ 5 milhões.

- Tão raro

Qual é o esporte rei do mundo? É futebol, sem dúvida. Portanto, é perfeitamente natural que exista um jogo que reproduza uma coleção de figurinhas com os melhores jogadores do mundo. Com licenças oficiais de clubes como Real Madrid, Liverpool, PSG, entre outros, cresceu imensamente na plataforma Ethereum. Cada jogador tem 3 níveis de raridade, com 100 cartas de cada jogador no nível raro, 10 no nível super raro e apenas 1 no nível único. São os cartões que têm limite de circulação e os que atingem valores elevados no mercado.

tão raro
tão raro

O futuro dos NFTs?

Quando algo ainda está dando seus primeiros passos, fica complicado entender o que vai acontecer nos próximos anos. Mas existem alguns dados que nos permitem entender qual caminho esse mercado está tomando.

De acordo com os números atuais, alguns analistas preveem que esse mercado ultrapassará US$ 1.3 trilhão até o final de 2021.

Várias marcas, artistas e desportistas vão seguir os exemplos das que já existem (Taco Bell, Louis Vuitton, Nike, Samsung) e entrar nesta 'mania', experimentando pela primeira vez o mundo NFT. E, inevitavelmente, muitos entrarão no mundo das criptomoedas pela porta dos NFTs.

Na opinião de alguns criadores e compradores de arte digital, estamos a assistir a um novo capítulo na história da Arte. Sem dúvida, isso abre novas maneiras de gerar lucro para as áreas de arte, videogames, tecnologia, esportes e muito mais.

fim nft
Crédito da imagem: vetor de rede criado por freepik – www.freepik.com

Mas também há quem defenda que esta é uma “bolha” superinflacionária, altamente especulativa e perigosa que pode estourar e deixar muitos em enormes perdas.

No entanto, e caso isso aconteça, a verdade é que, como o próprio blockchain, o fenômeno dos NFTs não desaparecerá. Talvez se consolide, amadureça e comece a fazer parte do mainstream.

Somos da opinião de que este ainda é apenas o começo e haverá muitos mais casos no futuro. É possível que os NFTs, mesmo com um novo nome, se tornem parte de nossa vida cotidiana e as pessoas os usem com frequência. Estaremos aqui para assistir os próximos capítulos.

Postagens sugeridas para você

NFTs, a última tendência digital 1NFTs, a última tendência digital 2NFTs, a última tendência digital 3NFTs, a última tendência digital 4NFTs, a última tendência digital 5NFTs, a última tendência digital 6

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo
Voltar ao Topo